6 dicas para você conservar o solo de sua lavoura

No mês do Dia Nacional da Conservação do Solo, iremos dar dicas que irão ajudar a preservar a saúde do solo, melhorar a sua qualidade e também garantir a qualidade superior dos produtos cultivados.

 

Abuse da “minhocultura”

Minhocultura é a técnica onde se utilizam minhocas, larvas e insetos para converter resíduos orgânicos presentes na terra em húmus, que é um adubo natural excelente e garante a qualidade dos vegetais.

Diversifique as técnicas de cultivo

Use a técnica do afolhamento que consiste em utilizar uma parte do terreno em certos períodos do ano enquanto outra “descansa”, dando tempo ao solo se recuperar e evitando a sua exaustão através do revezamento.

Evite a salinização do solo

A salinização é a concentração de sais provocada pela evaporação intensa da água em locais tropicais áridos. Esse processo causa no depósito de sais no solo resultando n baixa fertilidade e produtividade da terra e pode ser evitado através de técnicas de irrigação e drenagem adequadas.

Faça a correção do pH da terra

Solos muito ácidos ou muito alcalinos podem influenciar na absorção de nutrientes por parte das plantas mesmo que ele esteja preparado adequadamente. Para solos muito alcalinos, a missão é torna-los mais ácidos com a adição de cascas, folhas e musgo enquanto solos ácidos devem receber doses de calcário ou óxido de cálcio.

Uso de “adubos verdes”

Adubos verdes são plantas que são utilizadas primariamente nas condições físicas, químicas e biológicas do solo. As leguminosas, capazes de fixar biologicamente o nitrogênio, são as mais utilizadas nessa prática. Essa solução pode ser utilizada no pré-cultivo em rotação de culturas para melhorar o solo para a cultura que será plantada em seguida, em consórcio onde o plantio da lavoura e do adubo verde são feitos em conjunto ou em faixas onde algumas regiões da lavoura são separadas para adubar as culturas.

Uso de adubo orgânico

Uma opção natural e menos que agressiva que os fertilizantes industriais, os adubos orgânicos são excelentes opções para garantir que o solo esteja fértil sem causar um prejuízo a longo prazo na saúde do solo e dos consumidores. Restos de materiais orgânicos como cascas de crustáceos, restos de peixes e boras de café são opções interessantes assim como a grama cortada, cascas de ovos e as urtigas.

 

Com essas dicas, você terá um solo mais rico, saudável e resistente resultando em produtos com as mesmas características. E além de tudo, o planeta agradece.

Responda

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados.